segunda-feira, 19 de maio de 2008

Chow Chow

Chow Chow

*_* História da Raça ^_^

Alguns historiadores afirmam : "O chow chow é a raça de cães mais antiga do mundo". Essa afirmação é tão impressionante, e acreditamos que apesar de sua simplicidade seja muito complexa. Sua imagem já teria sido usada para decorar vasos e objetos decorativos desde da dinastia chinesa de Han (206 AC a 22 DC). Outros historiadores afirmam que na dinastia de T’ang (século 7 DC), um imperador tinha 2.500 destes cães em seu canil particular.

O fato é que podemos considerá-la uma das raças mais antigas, e com certeza uma das que teve maior número de funções exercidas para o homem. Quatro mil anos de história, durante os quais mediante a proximidade com o homem desenvolveram todas as classes de trabalho; foram cães de companhia, de defesa, de rinha, de caça, foram usados no exército e também como alimento (no dialeto mandarim chow significa comida).

Historiadores acreditam que sejam descendentes de acasalamentos entre um cão do ártico e um pastor alemã. Outros afirmam que foi o resultado do acasalamento de cães Mastins (populares no Tibet) e cães do tipo Spitz, o que explicaria em parte as características de ‘molosso’ do Chow.
Existem muitas teorias quanto a suas origens, mas parece invariável a idéia de que teriam surgido na Sibéria Oriental entre o rio Amur e os montes Sikhot- Alin, onde se encontram grandes vales e três agrupações de ilhas, as de HOKAIO, Sajalim, Skhale, que isoladas do mundo conservaram em seu interior, desde tempos remotos, o povo dos ainos. Os ainos usavam o chow para caça e pastoreio, onde atuavam como defensores do rebanho avançando contra lobos e leopardos, também eram usados na pesca, pescadores natos em rios de corrente forte, espertos na captura de salmões, empenhavam unhas e dentes embaixo da água, fato que leva a crer na teoria que os chow chows teriam sua descendência no extinto urso anão siberiano, hábil pescador, que por sua vez, também tinha a língua azulada.

É evidente que foi descoberto pelos ainos, mais tarde adotado pelos unos, viajou também com mongóis e tártaros e se estabeleceu na China onde fez parte do exército daqueles tempos. A raça alcançou seu momento de maior celebridade quando por volta do ano 800A.C. serviu ao exército do imperador T'ang, no qual cinco mil soldados contavam com o auxílio de dois chow chows cada, cifra que parece inacreditável, pois imaginar dez mil exemplares dessa raça treinados para guerra é algo impressionante.
No século XI a.C. os cães dessa raça foram divididos por cores, os azuis e os negros se criaram nos monastérios do Tibet, onde eram poéticamente chamados de lua e noite, respectivamente, pelos budistas tibetanos, essas cores eram consideradas místicas e sagradas. Existia entre os monges a crença que ao latir o chow proferia conjuros para espantar espíritos malígnos do monastério, também acreditavam que a cor azulada da língua se devia ao fato de terem lambido um astro caído. Todas essas lendas explicam o conceito entre mágico e fantástico que envolve esse cão a milhares de anos.


O chow chow viveu sem problemas na China até o século XVIII, antes de imperar a fome e a miséria, fato que levou as pessoas a comerem seus cães qualquer fosse a raça.

Em 1780 a Companhia das Indias Orientais levou a Londres o primeiro casal dessa raça de cães; em 1820 outro chow chow foi levado ao Reino Unido e instalado no célebre zoo londinense; em 1880 a rainha Victória Eugenia se apaixonou pelo chow chow, levou um ao palácio e se empenhou em por na moda a raça, imediatamente excelentes criadores decidiram aperfeiçoá-la e transformá-la no que é atualmente, uma das raças de cães mais belas do mundo.

O reconhecimento por parte do The Kennel Club London foi em 1894, o American Kennel Club o faria em 1903, desde então Estados Unidos e Inglaterra são países que disputam e se atribuem a paternidade do fascinante chow chow como raça.


Minha Sophia


Os Filhotes


Na escolha dos filhotes, é importante lembrar que, quando os filhotes de Chow nascem, possuem a língua apenas rosada, que vai escurecendo gradualmente até que se tornam totalmente "preto-azulada" quando eles têm 8 semanas de vida. Alguns cachorrinhos não têm a língua totalmente azul e embora eles possam ser excelentes cães de companhia, não poderão ser expostos e nem deveriam ser usados para criação, uma vez que esta é uma falta desqualificatória Os Chows devem ter pelagem sólida nas cores preta, vermelha, azul, amarela, creme ou branco. Pode-se encontrar com freqüência com matizes, mas não devem haver sem manchas (a parte inferior da cauda e a região posterior das coxas são geralmente de cor mais claras)Comportamento
Problemas de comportamento também devem ser evitados, nunca deixe que o cão o "conquiste", pois aí o papel de dono e de cão se inverterão, e os Chows sempre tentarão invertê-los. Deixe claro quem manda e não estranhe a resistência que virá da parte deles. Seja enérgico e claro pra ele.
Por suas características de temperamento, os filhotes devem ter aulas de obediência desde bem cedo. Os filhotes não são exatamente destrutivos ou arteiros, o que pode iludir os donos quanto à necessidade do adestramento para obediência É bastante recomendável também que os chows sejam bem socializados desde cedo, para que, quando chegaram à fase adulta possam conviver bem com outros cães e, principalmente, não questionar a liderança dos donos.
Problemas Comuns a Raça
Além dos cuidados naturais com a exposição dos cães ao calor, os Chows são especialmente sensíveis a alguns problemas como: Displasia coxo-femural - calcula-se que cerca de 50% dos Chows norte americanos possuem displasia coxo-femural Entrópio – afeta especialmente os exemplares que possuem pálpebras caídas, podendo desenvolver inflamações e até úlceras locais. Problemas de pele Distúrbios hormonais

APARÊNCIA GERAL
Cão ativo, compacto, lombo curto e acima de tudo bem
proporcionado. De aspecto leonino, porte digno e orgulhoso; bem estruturado; a cauda
é claramente portada sobre o dorso.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO
Tranqüilo, bom guardião; sua língua
é azul escura. É único por seu andar saltitante. Independente, leal e reservado


Referências: Chow Chow Brasil
Canil Hokaio

segunda-feira, 31 de março de 2008

A Carreira de um Programador

VIDA INICIAL

O indivíduo começa como Estagiário ou Trainee e pode chegar a ser Programador 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, ou 8.
Requisitos: Falar Português correto obrigatório.
Exemplo: Seres unicelulares.



Programador 1
Os Programadores 1 são comumente conhecidos como um pouco mais que estagiários. Quer conquistar o respeito e confiança dos Programadores 2 a 8. É necessário destruir um pepino vez ou outra (pepino = problema).
Requisitos: Noções de Inglês Técnico.
Exemplo: Homo Sapiens.


Programador 2 e 3
Faça o seu dever, cumpra seus prazos, fique algumas vezes depois do horário, faça cursos de aperfeiçoamento, seja sociável e trabalhe em equipe. É necessário destruir plantações de pepinos.
Requisitos: Inglês obrigatório.
Exemplo: Humanos normais.


Programador 4
Idem ao anterior + Matar um leão por dia (leão = um grande problema), com uma carga horária de 12 horas diárias. Ser responsável por 30% de todos os projetos internos de tecnologia.
Requisitos: Inglês, espanhol obrigatórios.
Exemplo: Da Vinci, Einstein, Issac Newton, Thomas Edson.


Programador 5
Idem ao anterior + Um dragão por semana (dragão = um problema enorme), com uma carga horária diária de 16 horas sem feriados. Ser responsável por 40% de todos os projetos internos de tecnologia.
Requisitos: Inglês, francês, japonês, espanhol obrigatórios. Exemplo: Mister M, David Coperfield, Padre Quevedo.


Programador 6
Idem aos anteriores, só que, mata-se 1 leão por hora, um dragão por dia, um ALIEN por semana (ALIEN = é um problema do outro mundo) e mais uma área equivalente a meio globo terrestre em plantações de pepino. Carga horária diária de 20 horas. Ser responsável por 75% da administração e 30% de todos os projetos internos de tecnologia.
Requisitos: Inglês, francês, alemão, japonês, espanhol, aramaico, latim, mandarim e vietnamita obrigatórios.
Exemplo: Criaturas Mitológicas, Gnomos, NINJAS com o poder dos 9 cortes. OBS: Assim como os NINJAS, somente um Programador 6 possui poderes para matar outro Programador 6


Programador 7
Idem aos anteriores, só que, os leões e dragões fogem de você. Você terá que caçá-los em outras dimensões e planetas. Uma área equivalente a uma estrela classe 5 (Sol) em plantações de pepino e três ALIENS e um PREDADOR por dia (PREDADOR = é um problema impossível de ser resolvido, exemplo, fazer um corpo com massa m viajar com velocidade acima da velocidade da luz). Carga horária diária de 25 horas. Ser responsável por 100% da administração e 60% de todos os projetos internos de tecnologia.
Requisitos: Inglês, francês, alemão, japonês, italiano, espanhol, aramaico, latim, mandarim, vietnamita, BORG, Taelon, Klingon, Volcano e dialetos que o C3PO fala no filme Star Wars obrigatórios.
Exemplo: Mago Merlin, JEDIs como Luck Skywalker e Obi-Wan Kenobi, Mestre Yoda, Darth Maul, SPECTROMAN.
Você também terá que ser um HIGHLANDER, pois só com uma vida eterna você terá tempo para atingir este cargo, mas não se esqueça que só pode haver um e não deixe que nenhum outro Programador 7 corte sua cabeça.


Programador 8
É o cargo máximo no UNIVERSO e você será considerado como o mestre dos elementos. Você terá o poder sobre a vida e a morte dos seres, logo você não precisa mais matá-los, você apenas deseja que os problemas se resolvam ou cria novas leis físicas no universo para que isso aconteça. E você irá perdoar a todos. Você será onisciente, onipresente e onipotente. Carga horária diária indefinida, para você o tempo e o espaço já não existem. Ser responsável por 100% dos projetos e 100% da área de tecnologia de uma empresa em 7 dias.
Exemplo: DEUS, BUDA, ALÁ, ZEUS, ODIN, A FORÇA. Perceberam como é simples desenvolver-se na carreira técnica!


Referência: xandrix

Anexo: Anatomia de um Programador


X Fire

GAMER

Raptr Gamercard