segunda-feira, 19 de maio de 2008

Chow Chow

Chow Chow

*_* História da Raça ^_^

Alguns historiadores afirmam : "O chow chow é a raça de cães mais antiga do mundo". Essa afirmação é tão impressionante, e acreditamos que apesar de sua simplicidade seja muito complexa. Sua imagem já teria sido usada para decorar vasos e objetos decorativos desde da dinastia chinesa de Han (206 AC a 22 DC). Outros historiadores afirmam que na dinastia de T’ang (século 7 DC), um imperador tinha 2.500 destes cães em seu canil particular.

O fato é que podemos considerá-la uma das raças mais antigas, e com certeza uma das que teve maior número de funções exercidas para o homem. Quatro mil anos de história, durante os quais mediante a proximidade com o homem desenvolveram todas as classes de trabalho; foram cães de companhia, de defesa, de rinha, de caça, foram usados no exército e também como alimento (no dialeto mandarim chow significa comida).

Historiadores acreditam que sejam descendentes de acasalamentos entre um cão do ártico e um pastor alemã. Outros afirmam que foi o resultado do acasalamento de cães Mastins (populares no Tibet) e cães do tipo Spitz, o que explicaria em parte as características de ‘molosso’ do Chow.
Existem muitas teorias quanto a suas origens, mas parece invariável a idéia de que teriam surgido na Sibéria Oriental entre o rio Amur e os montes Sikhot- Alin, onde se encontram grandes vales e três agrupações de ilhas, as de HOKAIO, Sajalim, Skhale, que isoladas do mundo conservaram em seu interior, desde tempos remotos, o povo dos ainos. Os ainos usavam o chow para caça e pastoreio, onde atuavam como defensores do rebanho avançando contra lobos e leopardos, também eram usados na pesca, pescadores natos em rios de corrente forte, espertos na captura de salmões, empenhavam unhas e dentes embaixo da água, fato que leva a crer na teoria que os chow chows teriam sua descendência no extinto urso anão siberiano, hábil pescador, que por sua vez, também tinha a língua azulada.

É evidente que foi descoberto pelos ainos, mais tarde adotado pelos unos, viajou também com mongóis e tártaros e se estabeleceu na China onde fez parte do exército daqueles tempos. A raça alcançou seu momento de maior celebridade quando por volta do ano 800A.C. serviu ao exército do imperador T'ang, no qual cinco mil soldados contavam com o auxílio de dois chow chows cada, cifra que parece inacreditável, pois imaginar dez mil exemplares dessa raça treinados para guerra é algo impressionante.
No século XI a.C. os cães dessa raça foram divididos por cores, os azuis e os negros se criaram nos monastérios do Tibet, onde eram poéticamente chamados de lua e noite, respectivamente, pelos budistas tibetanos, essas cores eram consideradas místicas e sagradas. Existia entre os monges a crença que ao latir o chow proferia conjuros para espantar espíritos malígnos do monastério, também acreditavam que a cor azulada da língua se devia ao fato de terem lambido um astro caído. Todas essas lendas explicam o conceito entre mágico e fantástico que envolve esse cão a milhares de anos.


O chow chow viveu sem problemas na China até o século XVIII, antes de imperar a fome e a miséria, fato que levou as pessoas a comerem seus cães qualquer fosse a raça.

Em 1780 a Companhia das Indias Orientais levou a Londres o primeiro casal dessa raça de cães; em 1820 outro chow chow foi levado ao Reino Unido e instalado no célebre zoo londinense; em 1880 a rainha Victória Eugenia se apaixonou pelo chow chow, levou um ao palácio e se empenhou em por na moda a raça, imediatamente excelentes criadores decidiram aperfeiçoá-la e transformá-la no que é atualmente, uma das raças de cães mais belas do mundo.

O reconhecimento por parte do The Kennel Club London foi em 1894, o American Kennel Club o faria em 1903, desde então Estados Unidos e Inglaterra são países que disputam e se atribuem a paternidade do fascinante chow chow como raça.


Minha Sophia


Os Filhotes


Na escolha dos filhotes, é importante lembrar que, quando os filhotes de Chow nascem, possuem a língua apenas rosada, que vai escurecendo gradualmente até que se tornam totalmente "preto-azulada" quando eles têm 8 semanas de vida. Alguns cachorrinhos não têm a língua totalmente azul e embora eles possam ser excelentes cães de companhia, não poderão ser expostos e nem deveriam ser usados para criação, uma vez que esta é uma falta desqualificatória Os Chows devem ter pelagem sólida nas cores preta, vermelha, azul, amarela, creme ou branco. Pode-se encontrar com freqüência com matizes, mas não devem haver sem manchas (a parte inferior da cauda e a região posterior das coxas são geralmente de cor mais claras)Comportamento
Problemas de comportamento também devem ser evitados, nunca deixe que o cão o "conquiste", pois aí o papel de dono e de cão se inverterão, e os Chows sempre tentarão invertê-los. Deixe claro quem manda e não estranhe a resistência que virá da parte deles. Seja enérgico e claro pra ele.
Por suas características de temperamento, os filhotes devem ter aulas de obediência desde bem cedo. Os filhotes não são exatamente destrutivos ou arteiros, o que pode iludir os donos quanto à necessidade do adestramento para obediência É bastante recomendável também que os chows sejam bem socializados desde cedo, para que, quando chegaram à fase adulta possam conviver bem com outros cães e, principalmente, não questionar a liderança dos donos.
Problemas Comuns a Raça
Além dos cuidados naturais com a exposição dos cães ao calor, os Chows são especialmente sensíveis a alguns problemas como: Displasia coxo-femural - calcula-se que cerca de 50% dos Chows norte americanos possuem displasia coxo-femural Entrópio – afeta especialmente os exemplares que possuem pálpebras caídas, podendo desenvolver inflamações e até úlceras locais. Problemas de pele Distúrbios hormonais

APARÊNCIA GERAL
Cão ativo, compacto, lombo curto e acima de tudo bem
proporcionado. De aspecto leonino, porte digno e orgulhoso; bem estruturado; a cauda
é claramente portada sobre o dorso.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO
Tranqüilo, bom guardião; sua língua
é azul escura. É único por seu andar saltitante. Independente, leal e reservado


Referências: Chow Chow Brasil
Canil Hokaio

X Fire

GAMER

Raptr Gamercard